• Navegue por Localização
  • Brasil

5 formas de ajudar uma mãe de recém-nascido


5-dicas-mae-de-recemnascido

Essa é para as amigas ou familiares que querem ajudar, mas não sabem como! Abaixo listei 5 dicas que a mãe de recém-nascido vai te amar para o resto da vida se você colocar em prática:

(baseado na minha experiência real)

 vdm01Elogie gratuitamente a mãe – a maioria das pessoas só se lembram de elogiar o bebê! Diga como a mãe está bem, como está se recuperando rápido, como está sendo uma ótima mãe. Isso dá uma auto-estima enorme e consequentemente uma mãe mais segura e tranquila para cuidar do bebê.

vdm02 Ofereça para cozinhar alguma coisa, prepare as refeições da semana e as deixe congelada ou leve refeições prontas, saborosas e nutritivas para a mãe. Quanto menos a mãe tiver que se preocupar em cozinhar as próprias refeições e mais tiver tempo para descansar um pouquinho, melhor! É tão cansativo fisicamente a privação do sono e os cuidados com o bebê – ter alguém pensando na alimentação saudável da mãe é o melhor presente que ela pode ganhar!

vdm03 Não dê palpites ou dicas, a menos que a mãe peça. São tantos palpites de todos os lados que, mesmo que sejam com o objetivo de ajudar, acabam esgotando piscologicamente a mãe. Ajude mostrando a fonte de informações corretas e não como você acha que isso ou aquilo deveria ser feito.

vdm04 Não peça para fazer visitas em casa, a menos que a mãe demostre que quer receber visitas. Nos primeiros meses o bebê ainda não tem todas as vacinas e a rotina da casa ainda não está totalmente adaptada. O sono do bebê pode variar e quando o bebê dorme, é uma oportunidade de ouro para a mãe descansar também. Uma visita, mesmo que avisada com antecedência, pode acabar coincidindo com a hora do bebê querer mamar e dormir e a mãe, que poderia estar desancando, precisa interagir com as visitas.

vdm05 Presenteie a mãe com uma consulta de uma especialista em amamentação ou sono do bebê. Essas são as maiores dificuldades dos primeiros meses e o melhor cuidado que a mãe pode receber é uma consulta em casa com uma dessas especialistas. Faz toda a diferença para quem estiver com dificuldade na amamentação. Vale também acompanhar a mãe e bebê no Banco de Leite, onde diversas enfermeiras especializadas podem te auxiliar gratuitamente.

O desenvolvimento do bebê, mês a mês, desde o nascimento até o seu primeiro ano de idade:


Capa-bebemesames

Todo o bebê nasce com uma intensa motivação para aprender. Não apenas as habilidades comuns, mas também as tarefas mais difíceis de toda a vida, como aprender a andar e a falar.

Você consegue imaginar o esforço que os nossos bebês fazem para aprender e desenvolver novas habilidades? Eles fazem isso de forma tão natural que parece mágica, não é mesmo?

Eu observo pelas minhas filhas, as gêmeas Stella e Gabriela, de 5 meses, que os bebês nunca decidem que é muito difícil ou que não vale a pena o esforço de aprender uma nova habilidade. Os bebês não se preocupam em cometer erros e isto é incrível: eles levantam a cabeça, tentam se erguer, se virar, se desvirar, eles andam, eles caem, eles se levantam, e eles continuam seguindo em frente! Os bebês não têm medo de desafios!

O que pode acontecer para pôr fim a esta capacidade de aprendizagem tão intensa que vemos em algumas crianças e adolescentes? Bom, este é um assunto para um próximo post.

Aqui vamos falar sobre os primeiros 12 meses de vida do seu bebê: leva apenas 12 meses para ele passar por essa incrível transformação: de um frágil recém-nascido para um ativo bebê!

Os bebês crescem e mudam num ritmo alucinante, e cada mês traz novos marcos do desenvolvimento, que são emocionantes para nós, que estamos ali os acompanhando diariamente nesta aventura.

Novas mamães e papais, muitas vezes, me perguntam o que devem esperar sobre o desenvolvimento do seu bebê e se está correndo de acordo com o esperado. No lugar de se concentrar demais em marcos do desenvolvimento, é importante lembrar que os bebês se desenvolvem em um próprio ritmo. Há uma ampla “janela” para o quanto é “normal para um bebê para chegar a um estágio do desenvolvimento em particular.

Devemos sempre lembrar que as variações existem. Assim, se seu bebê atinge um marco mais cedo, ele pode chegar a um outro marco mais tarde. Alguns bebês podem dizer a primeira palavra aos oito meses, enquanto outros não falam até um pouco depois da marca de um ano de idade. E o caminhar pode começar a qualquer momento entre os 9 e 18 meses.

Abaixo está uma tabela com os marcos do desenvolvimento do seu bebê durante cada estágio do primeiro ano de vida.

base_Mariana

Importância da Rotina do Bebê


rotina-do-bebe

Patricia Tsukada é Consultora de Maternidade e Sono do Bebê da empresa Mommy in Bloom e compartilha seu conhecimento conosco. Para saber mais, visite o site Mommy in Bloom.

Rotina não é sinônimo de “rigidez” , “rotina militar” , “ter um cronograma fixo”, mas sim de proporcionar segurança e conforto para o seu bebê.

O bebê passou 9 meses dentro do útero da mamãe, um lugar “quentinho” , “apertadinho”, com um som ambiente bem “barulhento”, recebia comida sem fazer esforço algum, dormia quase 90% do tempo… E ao nascer ele recebe várias informações, para que possa aprender: a comer (ser amamentado), saber a diferença entre dia e noite, já não está mais “apertadinho” e no quentinho do útero, passa a sentir frio e/ou calor, precisa tomar banho, dormir, muitas mudanças…

Por isso ter uma rotina é tão importante, haverão dias que os horários serão alterados e flexíveis, mas você conseguirá atender o seu bebê de acordo com as suas necessidades .

Benefícios da Rotina:

  • auxilia na organização do relógio interno do bebê
  • auxilia na diferenciação do dia e da noite
  • promove conforto e segurança
  • auxilia a identificar com facilidade os sinais de cansaço, fome e sono do bebê facilmente
  • melhora a qualidade de sono do bebê

Saber o que vem depois é muito importante, mesmo para nós adultos, imaginem para os bebês, pois proporciona a segurança e conforto neste momento de descobertas tanto para o bebê quanto para a mamãe, por isso também é importante conversar com o bebê e explicar o que virá depois, por exemplo: “agora vamos trocar a fralda ” , “é hora da soneca” , “vamos passear no parque”… Parece “bobo”, sem importância, mas vocês não imaginam como esse pequeno ato faz uma diferença enorme no dia a dia e desenvolvimento do seu bebê.

E a rotina só traz benefícios, principalmente para o Sono do Bebê, pois com a rotina ele saberá quais serão os horários das sonecas e da hora de dormir, pois uma boa soneca significa um sono noturno tranquilo.

base_PatriciaTsukada



Um pouco sobre

Fernanda Floret


  •  amanh! Feriado de aniversrio de So Paulo com atividadeshellip
  • Hoje meu gostozento completa 1 ano e 10 meses Jhellip
  • Pode se emocionar com um projeto to lindo assim? Muitohellip
  • Quem j viu o vdeo sobre como organizar o chhellip