• Navegue por Localização
  • Brasil

Viagem | Dia de Princesa


Bibbidi Bobbidi Boutique

Na semana em que nasceu a princesa real, filha de Kate e William, que tal falarmos sobre um dia de princesa para a sua filha também? Estamos falando do universo mágico de Disney. Coonversei com a Vanessa, da agência de viagens RK Boutique, para uma dica muito especial:

Se o sonho da sua filha é ser uma princesa, aqui é o lugar certo. Mais precisamente na Bibbidi Bobbidi Boutique, é um incrível salão de beleza infantil da Disney, onde as meninas realizam o sonho de serem tratadas e transformadas em princesas. As profissionais de beleza responsáveis por esse dia de mágico recebem o nome de “Fadas Madrinhas”.  E todos os penteados, manicures, maquiagens e figurinos são baseados nos clássicos dos filmes Disney. A atração é direcionada apenas as meninas entre 3 a 12 anos.

O pacote para esse dia mágico custa em torno de USD 80 dólares, incluindo o penteado e maquiagem. Caso queira incluir a fantasia o valor aumenta para USD 100 e caso queira o pacote completo USD 180. Afinal, ver sua filha realizada não tem preço!

A Bibbidi Bobbidi Boutique está localizada em dois locais distintos: dentro do Castelo da Cinderela no Magic Kingdom e outra na World of Disney, em Downtown Disney. É claro que a primeira é muito mais charmosa, pois a sua princesa estará dentro de um castelo.

Para levar as meninas nessa atração é necessário um agendamento antecipado, para que todas as princesas sejam atendidas com tranquilidade e da forma como merecem! Entre em contato com a RK Boutique para maiores informações e reservas!

E para os meninos?? No próximo post falaremos em uma atração voltada somente os nossos garotos. A atração do Pirates League, onde seu pequeno se tornará um valente pirata.

Dicas para viagem com as crianças


viagem-com-as-criancas

Levar os filhos para diferentes lugares faz com que as crianças se acostumem desde cedo a viajar e a adquirir a cultura e o aprendizado que cada experiência nova proporciona”, conta Julieta Hatty Saba, diretora da Canvas Travel. Apesar disso, muitos pais, especialmente os de primeira viagem, têm grandes dúvidas e receios na hora de decidir fazer as malas. Quando se planeja sair do conforto do lar com os pequenos, é normal aparecerem perguntas como ‘Quando é a hora certa?’ , ‘O que levar?’, ‘Para onde ir?’, ‘Como ir?’ e ‘Onde ficar?’ A fim de encontrar respostas para essas e outras questões, pedimos a consultoria de três diretoras de agências de viagens especialistas no assunto. Elas nos ajudam (e tranquilizam) apontando quais cuidados garantem uma viagem tranquila, prazerosa, segura e saudável, tanto para os pais quanto para os bebês. Veja o que considerar quando o assunto é:

ROTEIRO
– Ritmo: “Não recomendamos roteiros corridos e com muitas trocas de cidades e hotéis, pois a logística é complicada”, revela Debora Castro Tytgadt, diretora da UNIGLOBE Megtur Viagens.
– Atividades: “Roteiros de aventura que incluem caminhadas, trekking, hiking ou esportes radicais podem ser cansativos para crianças”, aconselha Julieta Saba, da Canvas Travel.
Clima: “Fatores climáticos como a altitude elevada podem ser um empecilho. Destinos que obrigam o turista a ter a vacina de febre amarela como lugares do Caribe e da África, por exemplo, devem ser evitados antes dos 9 meses de idade, pois apenas a partir dessa idade a criança pode tomar a vacina”, continua Julieta. 

TRANSPORTE
Os sites das companhias aéreas esclarecem dúvidas e, apesar de alguns itens específicos mudarem de acordo com a companhia, nenhuma delas permite o embarque de bebês com menos de uma semana de idade. Recomenda-se uma consulta prévia com o pediatra, assim como a preferência por voos noturnos, sem trechos muito longos ou com muitas escalas. Dicas:
– “Verifique com atenção a franquia de bagagens e carrinhos de cada cia aérea, bem como a acomodação do bebe em assento, berço ou colo”, aconselha Debora Tytgadt, da UNIGLOBE Megtur Viagens.
– “Você terá bagagem extra, seja de roupas (para troca), brinquedos para distraí-los ou ainda carrinhos e cadeirinhas de carro. Cias aéreas atendem pedidos para berços, cintos especiais e alimentação adequada (o pedido deve ser feito com no mínimo 48 horas de antecedência)”, afirma Maristela Gomez, diretora da Cinqtours Viagens e Turismo.
– “Muitos pais gostam de levar a cadeirinha de carro para acomodar o filho no avião, porque, além da criança já estar acostumada, eles economizam com a locação do acessório no destino. Escolha transfers privativos nos trajetos aeroporto/hotel/aeroporto, com veículos que acomodem confortavelmente a família”, conta Julieta, da Canvas Travel.

HOSPEDAGEM
Analise a estrutura do estabelecimento, se este aceita crianças, se tem acomodações confortáveis e se oferece serviços diferenciados. Dicas:
– “Diversos hotéis não aceitam crianças ou possuem ambientes inapropriados. Não recomendamos hotéis com festas e badalação. O tipo de acomodação também deve ser verificado”, declara Debora, da UNIGLOBE.
– “Os hotéis precisam ser confortáveis, ter estrutura e atividades de entretenimento para as crianças, kids club, e quando possível serviços de babysitter, para dar um pouco de liberdade ao casal”, conta Julieta, da Canvas.
– “Tudo depende também do perfil da família, é possível escolher hotel com estrutura interna para crianças, com copa no apartamento… Quando não há estrutura interna no hotel, orientamos os pais para o que pode ser feito fora, seja para alimentação, cuidados ou entretenimento das crianças”, conclui Maristela, da Cinqtours Viagens e Turismo.

Roteiro Disney com as Crianças – parte 2

No post anterior vocês viram todas as dicas da Flavia Gurgel, que sabe tudo de Disney com as crianças! Agora é hora de acompanhar o roteiro dela pelo mundo mágico:

Por: Flávia Gurgel

Vou dar uma sugestão de roteiro (para voo noturno; se for diurno, é só pular o primeiro dia) e o que melhor aproveitar dentro dos parques com crianças de 1 ano e meio a 4 anos. Se seus filhos forem maiores, tem outras opções, claro, mas aí eu ainda não tenho experiência. Vale lembrar que é uma sugestão, baseada na minha experiência e pensando para nada ficar muito cansativo (afina, estamos falando de uma viagem com os pequenos).

Dia 01: Chegada – Hotel – Descansar – Compras de “abastecimento”
O voo chega lá pelas 09h00 no horário local. Se você está em algum hotel dentro do complexo, procure o “check-in” do Disney Magical Express. Lá, eles vão te indicar o ônibus gratuito que sai para o seu hotel. Aí, é com você! Eu, normalmente, guardo tudo, deixo tudo pronto e preparo uma super mochila para sair, independente do programa. Ah! Leve o carrinho daqui, fica mais fácil no aeroporto e em tudo. E nos parques, embora eles aluguem, às vezes não tem e na maioria das vezes tem fila. Mas voltando à mochila, coloco sempre: 2 trocas de roupa para cada (de frio e de calor), mamadeira, água, papinha, colher, lenço de papel e umedecido (o sorvete do Mickey faz uma meleca e tanto), um outro sapato, maiô e toalha. Depois, continua sendo com você: curta o hotel, vá no Walgreens, passeie em Downtown Disney, vá no Publix, na Best Buy, Bed & Bath, Baby R Us…. E durma cedo, pois no dia seguinte, temos Magic Kingdom!

Dia 02: Magic Kingdom
Deixe seu filho curtir cada minuto! A entrada, a história, os personagens que ficam recebendo (tem fila, mas vale a pena), a visão do castelo, as paradas (a “Let´s Celebrate” é curtinha e você interage, ficando pertinho dos personagens), os shows da frente do Castelo, onde “dream´s come true”, enfim, cada pedacinho… na esquina, na frente do Castelo, tem um cachorro-quente maravilhoso!
Comece pelo lado direito, indo para o Fantasy Land. Lá eles podem em ir em todos os brinquedos (aliás, nesse parque, eles só não podem ir na Space Mountain, na Splash Montain e no Big Tunder) e vão ter toda a magia do parque; se você marcou hora (faça isso no hotel), leve sua filha no cabeleireiro do Castelo (o parque vai ficar mais lindo com ela passeando vestida e penteada como uma princesa).  Não deixe de ir ao Cinema do Mickey – o melhor 3D da Disney. Assim que chegar ao Mundo da Fantasia, pegue o fast pass para o Peter Pan, o brinquedo mais concorrido; depois, pegue também para o ursinho pooh. Enquanto espera, vá no Small World, Dumbo, Carossel, cinema… O da Branca de Neve é bem bobo, viu? Depois, vá ao Tomorrow Land e volte para o hotel umas 17h00, 18h00… A parada e os fogos da noite e o outro lado do parque, a gente vai deixar para o outro dia…

Dia 03: Outlet Premium
Aqui, não tem dica: vá nas lojas que você quiser, mas deixe a Nike por último para não ter que carregar muitos pacotes. Recomendo pedir ao marido ir levando as compras no carro… Como você levou carrinho do Brasil, aqui eles são super úteis, pois você vai colocando as sacolas penduradas neles. Almoce ao lado, numa steak house maravilhosa e volte para mais compras. No final do outlet tem parquinho, então, se você levou alguém para te ajudar, pode ser uma boa. E no meio, tem brinquedos também, então, reveze com o marido e combine com as crianças.

Dia 04: EPCOT
Vá direto tirar fotos com os personagens. Tem fila (que tem todas as vezes que eu fui mas não passou de meia hora) e é imperdível. Depois, faça o passeio de carrinho dentro da bola, vá ao Soarin e no Test Track (esse último, para o marido). E depois, vá passear nos mundos. Em cada um deles, tem um personagem (exemplo – o pato Donald de mexicano, o Duff, novo amigo do Mickey etc). Aqui, vale almoçar em Paris ou na Itália, tomar cerveja alemã ou francesa… O parque é bem adulto, mas é tão lindo que até meus filhos curtiram!
Ah! O show de fogos é demais, então, se você tiver em algum hotel da Disney, volte e depois retorne as 19h30. Vá até o Madic Kingdon de ônibus e de lá pegue o Monorail (só para poder andar…  é muito legal e símbolo da Dinsey);

Dia 05: Florida Mall + Hollywood Studios
O shopping é grande, mas é térreo e fácil de andar (em cada ponta tem uma loja de departamento). Pra mim vale: M&M’s World, Victória Secret, Abercrombie e MAC.

Dia 06: Universal + Island of Adventure
Esses parques mais adultos também têm bastante coisas para as crianças. Nos dois tem uma “terra” pra eles. Na Universal tem o Pica Pau (e a montanha-russa dele, a preferida da minha filha), um brinquedo só de água do George´s, O Curioso, o Show do Barney (é o máximo, você se sente no programa) e o ET. No Island, tem a Seu Seuss Land, com carrossel, peixe que voa  etc. Lá também tem um “dinossauro” que voa, onde só adulto só pode ir acompanhado de crianças. Para os adultos, vale todos os 3D, 4D… As montanhas russas todas, principalmente a do Harry Porter (essa parte é por conta do Léo – gosto em termos de montanha-russa). Mas adoro as de água e esse parque é perfeito (tem 3). E se der tempo, vá naqueles centrinhos com Best Buy, Baby R Us…

Dia 07: Sea World + Magic Kingdom
Aqui também tem uma área só para eles, com água, brinquedos enormes, montanha-russa da Shamu etc… Essa, aliás, é a melhor! CLARO, que não pode deixar de ver! Já que você pegou o carro, tome café bem americano num restaurante de rede, tipo do “Dennis”, vale a pena! Chegye umas 16h00 no Magic Kingdom,  vá para o outro lado, rumo ao Adventure Land (onde tem Piratas do Caribe e Jungle Tour) e para a terra do faroeste. Fique para os fogos e para a parada.

Dia 09: Busch Gardens e LegoLand
Busch Gardens: milhões de montanhas-russas (algumas para as crianças) e bichos. Perto dos parques da Disney, parece sujo e desorganizado, mas é uma boa escapada.
LegoLand: a mini cidade é uma graça, o parque é vazio e as crianças amam… é lindo mesmo, mas para ir uma vez e pronto!

Dia 09: Parque Aquático + Outlet Prime
Parque aquático: eu recomendo ou o Bleezard Beach, da Disney, ou o Aquatica, do SeaWorld;
Outlet Prime – Idem Premium. Aqui, eu recomendo almoçar ou jantar no Ale House, já que já estamos na International Drive, que é animadíssima!

Dia 10: Animal Kingdon e Downtown Disney
O Animal Kingdon é enorme (4X o tamanho do Magic Kingdon, então, mais do que nunca, se organize! Comece pelo lado esquerdo, perto do Campie Minnie e Mickey. Lá tem o espetáculo do Rei Leão, que realmente é um espetáculo! Depois, pegue autógrafo com eles por lá mesmo, todos vestido de safári… de lá, entre em baixo da Arvore da Vida, símbolo do Parque. Os troncos e todo o caminho são feitos de animais em papel machê… reparem! O cinema da “Vida de Insetos” é 3D. Dá um pouquinho de medo, mas vale a pena. Depois, indo em direção à África, você tem a terra dos dinossauros (tem uma montanha russa por lá legal) e os brinquedos para as crianças. Lá também tem um dos poucos restaurantes do parque. De lá, assista o teatro do Nemo, PERFEITO! Aí, no caminho, deixe o papai ir no Everest e depois, eu que gosto, fui com a minha filha mais velha no Rio de correnteza! Ela amou! E por último, faça o safári (esse parque, por causa dos animais, fecha cedo). A noite, você pode ir em Downtown Disney, onde tem a loja da Lego e a maior loja de produtos Disney do mundo! Vale a pena jantar no Futtons, uma crab house maravilhosa, em forma de barco. E uma ótima oportunidade para as crianças comerem um peixinho com brócolis, cenoura…

Não esqueça de 2 coisas importantes nos parques:
– do fast pass, para furar fila (mas se organize, senão, você fica indo de um lado pro outro do parque em função disso… lá, já se anda muito e eu odeio andar à toa, me perder etc).
– todos os parques tem mapa em português e a maioria das pessoas entende o que você está falando;
– Em todos os parques também, já na entrada, tem a altura permitida para cada brinquedo. Assim, ninguém precisa ficar na fila à toa, chegar na frente e se frustrar.

Dia 11: Fechar as malas e aeroporto
Comece a fazer isso, na verdade, alguns dias antes e aos poucos. Divida bem as roupas e sapatos, coloque roupas misturadas em diversas malas e pese (em qualquer lugar vende o negócio de pesar mala).
Chegue ao aeroporto 3 horas antes (avise antes na recepção para eles pedirem o ônibus). E devolva o carro no dia mesmo, na hora do almoço. Não esqueça de pedir um late check-out quando fizer a reserva.
BOA VIAGEM!



Um pouco sobre

Fernanda Floret


  • Pode se emocionar com um projeto to lindo assim? Muitohellip
  • Hoje meu gostozento completa 1 ano e 10 meses Jhellip
  •  amanh! Feriado de aniversrio de So Paulo com atividadeshellip
  • Quem j viu o vdeo sobre como organizar o chhellip