FIQUE POR DENTRO

Cadastre-se abaixo e receba as todas as novidades do Vestida de Mãe!

JÁ SOU CADASTRADO(A)

Festa Infantil | Branca de Neve

Quando a mãe é a decoradora por trás da Petite Partie, a gente já sabe que vem festa fofa por aí! Ela conta os detalhes para a gente:

“Quando eu descobri que estava grávida da Maria Clara (como mãe festeira que sou), logo sonhei com uma festa de 1 ano cheia de coisas cor de rosa e tons pastel. Mas a Maria Clara nasceu tão branquinha com o cabelo tão preto que todo mundo dizia que ela era parecia a Branca de Neve. Então, me rendi ao tema… Mas queria uma branca de neve mais infantil, delicada, com cores mais claras. Foi assim que traduzimos esse tema em uma festa rica em detalhes, com todos os elementos que essa história apresenta, maça, passarinhos, espelhos, flores, anões. Destaque para os pães de mel em forma de caminha de anões, para as cestinhas de maça e para os balões caligrafados”.

Relações profissionais

Fotos: Juliana Laporta fotografia (SP)

Decoração: Petite Partie (SP)

Bolo e doces: Creative cake by Danielle Stein (SP)

Bonecos de feltro: No mundo das nuvens (SP)

Mesa e peças: Ideale locações (SP)

Painel e trave: Isabela padilha (SP)

Balões: Balão cultura (SP) caligrafados por Agatha Rolim (SP)

Luminoso 1: Sweet and Sour (SP)

Nome de crochet: Achei o que queria (SP)

CONVERSE COM A GENTE

5 coisas que uma grávida deveria saber

Vai parecer terrorismo, mas não é, é a tal da expectativa X realidade! Eu não gosto daquele papo de que depois de virar mãe nunca mais vamos dormir, ter tempo para nós mesmas, vamos estar sempre desgrenhadas etc. Eu gosto de focar na energia positiva. Cada experiência é única, cada um leva a maternidade de um jeito… Mas eu posso dizer por minha experiência própria de que me sinto mais bonita agora do que antes, consegui sim organizar tempo para mim, durmo mais agora do que antes de ter filho, quando eu trabalhava que nem louca. Mas é importante saber do lado não tão fácil para não criar expectativa de que o puerpério é uma mini férias. Tive a ideia deste post e fiz um bate papo “ao vivo” no instagram para saber a opinião de outras mães, compartilho tudo com vocês abaixo!

 Você vai ter crise de identidade. Vai ter baby blues. Vai chorar, sem saber o que fez com sua vida e o que fazer com um bebê em casa, principalmente mulheres acostumadas a trabalhar muito ou muito agitadas. Você não é a única… Não é um assunto comum nas rodas de conversa entre mães e quando falam que choram muito, se referem à comerciais de bebê na TV. Para te deixar mais calma, saiba que as estátiscas dizem que 80% das mulheres vivem o baby blues, e 13% a depressão pós parto. São muitas transformações físicas, emocionais, hormonais e estruturais. Mas vai passar, passa rápido. Chore, peça ajuda, converse com alguém e tenha paciência, foque a energia nos bons momentos, vai passar! (se não passar, se for depressão, peça ajuda profissional).

 Se prepare psicologicamente para uma nova fase da sua vida. É difícil se preparar para ser mãe, porque acredito que ninguém tem um manual embutido, mas temos intuição, e vamos aprendendo a ser mãe no dia a dia de forma natural. A questão é que muitas mulheres pensam no enxoval, no quarto do bebê, na festa do chá de bebê, fazem curso sobre parto… Mas não conversam com o marido sobre a parte financeira, a rotina da casa, a expectativa de cada um. Acredite, você vai saber cuidar do bebê mesmo sem fazer curso sobre como trocar a fralda ou como dar banho (e existem vídeos no YouTube sobre isso). Mas o mais importante é estar preparada para uma nova fase da sua vida, e estar alinhada com as expectativas do marido, rotina da casa, planejamento financeiro, vida profissional.

 Amamentação não é fácil para a maioria. Eu costumo dizer que é um longo e difícil caminho, mas depois que dá certo, é como achar o pote de ouro no fim do arco íris. Você provavelmente só vê fotos de mães amamentando feliz por aí, mas a verdade é que para a maioria teve muita dor (muita dor ao quadrado), bico rachado, sangramento, lágrimas de tanta dor. Mas passa. Busque ajuda, tem vários posts no blog e meu depoimento pessoal aqui.

Rede de apoio e planejamento domiciliar: construa sua rede de apoio. É bacana ter uma rede de apoio de amigas na mesma fase (ou que já passaram por isso) que você confia para tirar dúvidas e desabafar (e se sentir normal entre todas as mudanças que está passando com a maternidade), os famosos grupos de WhatsApp de amigas ou os grupos no Facebook. E também a rede de apoio que vai te ajudar com a organização doméstica. Sério, não é fácil cuidar do bebê e ainda ter que pensar na comida, lavar a roupa, limpar a casa etc. Organize antes se vai poder contar com alguma ajuda doméstica, se alguém pode preparar comida congelada saudável para você nas primeiras semanas, é fundamental para seu equilíbrio emocional durante a fase da privação do sono.

 A recuperação pós parto não é igual para todo mundo e pode não ser tão glamurosa. Se for cesárea, tem a dor e cuidados com a cicatriz. Se for parto normal, pode ter a cicatriz da episiotomia. Em qualquer um dos casos, pode acontecer inchaço, incontinência urinária, infecções. Eu sempre penso que parto é para os fortes e nos mulheres fomos escolhidas porque damos conta do recado! Tenha acompanhamento médico e paciência porque tudo passa e foque a energia na parte boa da experiência de ter gerado uma vida.

Sabe o que é mais legal? Depois de alguns meses esses assuntos, que parecem os mais importantes do mundo inteiro, simplesmente passam e viram tão pequenos! Você não vai ter mais baby blues, nem dor pós parto, nem na amamentação… A rotina começa a se encaixar e é MARAVILHOSO ter um bebê em casa. As fases mudam, vem a introdução alimentar, os primeiros passos, as viagens, a festa de 1 ano, a escola, a educação, os terrible twos… E você vai ter muita gratidão por passar por cada uma dessas fases.

 

Relações profissionais

CONVERSE COM A GENTE

Festa Infantil | O Jardim da Bela

Os pais se casaram no cenário da Fazenda Vila Rica alguns anos atrás e escolheram o mesmo local para celebrar o batizado e festa de 1 ano da Bela. Além da escolha do local com significado, o tema também foi escolhido para remeter ao local da casa onde a Bella mais gosta de brincar, o jardim. Assim a festa ficou sendo O Jardim da Bella.

Barracas, miniaturas de joaninhas, sapinhos, pássaros, caracóis, balança, flores e móveis super coloridos e alegres foram escolhidos em detalhes para a festa, tudo com organização da Daniela Macek Assessoria. Lindo bolo da Piece of Cake aquarelado com o tema. Para entrar na festa o convidado tinha que passar em um labirinto, aonde encontrava diversos bichinhos do jardim.

Noventa convidados e 30 crianças tiveram um dia mágico no jardim da Bella. A diversão ficou por conta das Fadas Madrinhas Kids com teatros de fantoches, oficinas, brincadeiras lúdicas e espaco baby. A música ficou por conta da DB2 Produção que fez uma seleção com músicas especiais que a mãe pediu: Palavra Cantada e Mundo Bita.

Estou encantada com a beleza, o tema delicado, os detalhes, deve ter sido um dia delicioso entre amigos e familiares!

Relações profissionais

Fotos: Helson Gomes (SP)

Local: Fazenda Vila Rica (Itatiba,SP)

Decoração: Roberta Fasano (SP)

Assessoria: Dani Macek (SP)

Buffet: Divani Gastronomia (SP)

Doces: Mariana Franco Junqueira (SP), Piece of Cake (SP)

 

Bolo: Piece of Cake (SP)

Recreação: Fadas Madrinhas (SP)

Som e Luz: Db2 Produção (SP)

Arte do bolo, Convites e lembrancinhas: Art By Trix (SP)

Lembrancinhas: Cards (SP)

Convite digital: Mada 2209 (SP)

CONVERSE COM A GENTE