399 Posts      3335 Comentários      253 Festas Infantis

Give a Gift_04
Give a Gift

São Paulo

Fernanda Sa_03
Fernanda Sá

São Paulo

  • Navegue por Localização
  • Brasil

Primeiras Festas de Natal com o Bebê | Sugestões para tornar o momento ainda mais especial


primeiro-natal-bebe

Os momentos em família se tornam ainda mais especiais com a chegada dos bebês. No Natal, é como se cada detalhe ganhasse mais brilho com a presença do novo integrante – e o brilho não tem nada a ver com os presentes, mas sim com a emoção de se estar criando as primeiras memórias ao lado do pequeno.

NATAL: uma experiência sensorial 

Apesar de não compreender o motivo das celebrações, os bebês se envolvem com os detalhes. Como eles nascem só com o olfato e um pouco da visão, até o 6o mês a grande tarefa é desenvolver os sentidos: os dois mencionados, mais o tato e a audição. Na festa de Natal, é possível encontrar alguns estímulos para tal desenvolvimento, especialmente na decoração.

Visão: até os 6 meses de idade os bebês só enxergam objetos distantes até cerca de 30 cm, então recomenda-se aproximá-los no colo (ou deitados nos tapetes de atividades) das luzinhas, dos enfeites e dos presentes, para que eles possam contemplar diferentes formas e cores.
Tato: segurando, aproxime enfeites do seu pequeno, como bolas de natal ou mesmo papeis de presentes, para que ele também experimente a sensação do toque em diferentes texturas e materiais. Atenção: isso deve ser feito com supervisão, evitando deixar as crianças sozinhas brincando com enfeites pequenos que podem ser perigosos se levados à boca.
Audição: coloque ou cante músicas natalinas para seu filho e leia livrinhos para estimular sua audição. Mas, cuidado: como a audição dos bebê já está em desenvolvimento a partir do 1o mês de vida, é preciso preservá-lo de momentos barulhentos demais durante a festa. Encontre um ambiente tranquilo e mais reservado, principalmente para a hora dos fogos e rojões ou quando a festa ficar agitada.

Recomenda-se aproveitar os momentos mais calmos, como o início das festas, para realizar as atividades mencionadas acima, evitando assim a superexposição do bebê quando o ambiente ficar mais agitado. Seu bebê não precisa (e nem deve) acompanhar toda a celebração, preste atenção a seus sinais de cansaço e busque manter a rotina dele o mais normal possível.

TRADIÇÕES: momentos de estar em família

Os costumes são passados de geração em geração. Além de manter aquelas que seguiam na infância, os adultos podem criar suas próprias tradições de Natal, que serão, então, transmitidas a seus filhos. Reunimos algumas sugestões de atividades que podem tornar a atmosfera natalina ainda mais especial:

– Escreva uma carta para o seu filho. Mesmo que leve muito tempo para ele conseguir ler seu conteúdo, ela terá grande valor para você e principalmente para ele daqui alguns anos
– Fotografe os momentos do seu bebê na festa. Dê preferência à luz natural e evite flashes. Deixe o bebê à vontade, capturando momentos espontâneos e as várias caras e bocas que eles costumam fazer. As fotos podem até virar um cartão postal
– Se as crianças estão um pouco maiores, prepare receitas típicas de natal, como cookies e biscoitos em formato de bonecos. Eles podem até ser oferecidos ao papai noel. E, conforme a idade, os pequenos podem ajudar a confeitar.
– Se a vizinhança estiver enfeitada, convide os filhos para um passeio para conferir as luzinhas e a decoração.
– Decore a casa. Algumas mães fazem isso durante a noite, para surpreender as crianças pela manhã. Conforme as crianças crescem, elas podem participar da montagem da árvore, da decoração e até contribuir criando desenhos e enfeites personalizados.

Dicas sobre a amamentação – parte 2


amamentacao

Natália Vignoli é nutricionista, mamãe da Letícia e colaboradora do blog com suas dicas de nutrição para grávidas, mamães, bebês e crianças.

Hoje vamos continuar as dicas sobre a amamentação! Essa é a segunda parte.

Logo após o parto, o ideal é que o bebe tenha a oportunidade de mamar na primeira hora de vida. Isso ajuda como já havia comentado no post anterior, na liberação de diversos hormônios, contração uterina e descida do leite. Para quem teve parto normal, colocar o bebe no seio logo após o nascimento, ainda favorece a saída da placenta!

No hospital, fazer o alojamento conjunto, é bastante importante para a prática de livre demanda e essencial para evitar a administração de leites artificiais para o bebe no berçário. Isso é outra questão que pode ser levada ao pediatra, solicitando que deixe em prontuário a proibição do uso de fórmulas no bebe.

O colostro, um liquido viscoso e amarelo, presente nesses primeiros dias, é rico em proteínas e anticorpos. Atua como a primeira (e mais importante) “vacina” do bebe, além de proteger o seu tubo digestivo e, por ter um efeito laxativo, auxilia na eliminação do mecônio. Vale salientar que o estômago do bebe é pequeno e que o colostro dá conta de nutrir o recém-nascido nesses primeiros dias.

Além disso, uma perda de até 10% do peso do nascimento é esperada na pesagem da saída do hospital! No primeiro mês, é importante que o bebe recupere a perda de peso que teve nos seus primeiros dias, mas nada de terrorismos e neuras com o ganho de peso!

Já a apojadura – ou a descida do leite – que em geral acontece depois de poucos dias, pode ser dolorida. Você deve ficar atenta à formação de nódulos, principalmente se ficarem vermelhos, quentes e doloridos – nesse caso, ligue imediatamente para o médico.

Faça massagens, de dentro para fora, em movimentos circulares e sempre que possível ordenhe o excesso do leite, dissolvendo esses nódulos. Dê umas sacudidas nas mamas! Sim, isso ajuda muito! Use sutiãs que deixam os seus seios bem erguidos, evitando a formação de nódulos.

Alguns profissionais ainda orientam a compressa fria nos locais aonde formaram os nódulos, para limitar um pouco a produção de leite nesse local. Esses sintomas tendem a sumir após alguns dias da descida do leite, mas se continuar ou apresentar febre procure ajuda especializada!

No próximo post, vamos falar das questões mais comuns que aparecem quando a mamãe já está em casa!

Colunista_Natalia

Chá de Bebê Delicado


Cha-de-Bebe-Rosa_0

A Priscila é daquelas que colecionou diversas referências de Chá de Bebê para organizar o tão aguardado Chá da sua filha Giovana. Cuidou de cada detalhe juntamente com a cunhada querida. Um Chá de Bebê delicado, cor de rosa, com um lindo bolo com carrinho vintage no topo. Mas o que fez mais sucesso mesmo foram os pães de queijo que a avó fez no dia para serem servidos com doce de leite e requeijão. Nada como carinho de avó!

1 2 3 133


Um pouco sobre

Fernanda Floret


Direto do Instagram

Vestida de mãe

  • Primeiro #Natal com o bebê? Hoje, no blog, temos dicas para tornar o momento ainda mais especial! ??? www.vestidademae.com.br
  • Hoje, no blog, inspirava de chá de bebê de menina! ? www.vestidademae.com.br
  • Definindo piso, papel de parede e cor das paredes do quarto do bebê! Não vejo a hora de ficar pronto! Espero que o Nicolas goste! ? #quartodobebê
  • Vocês sabem explicar os significados dos símbolos de Natal para as crianças? Hoje, lá no blog, tem a explicação dos principais símbolos! ??? www.vestidademae.com.br
  • Finalmente a barriga despontou! #25semanas #25weeks #6meses #stylethebump #vestidademae
  • Meu instagram deve ter a glicose alta de tanta foto de bolo e doces que eu posto! Mas numa tarde chuvosa como essa em SP, como resistir a esta foto do bolo de churros?! Tem a receita lá no @essenciastudio. ? #bolodechurros #churros #tardechuvosa
Siga @vestidademae