487 Posts      3468 Comentários      276 Festas Infantis

Personnage_05
Personnage

São Paulo

Coisas da Doris_01
Coisas da Doris

São Paulo

  • Navegue por Localização
  • Brasil

Aprendizagem Musical | Como e porque os bebês evoluem com aulas de música


capaposts 2

Você sabia que aulas de música são super recomendadas para bebês, inclusive para aqueles que sequer começaram a falar? O bebê pode ingressar em atividades do tipo quando tem ainda meses. Segundo especialistas no assunto, quanto mais cedo, melhor. “Sugerimos que o bebê inicie a partir dos três meses. Assim, ele já tomou todas as vacinas. A primeira infância é uma fase determinante para a formação em música, pois nesse período a criança está em um processo intenso de aprendizado”, declara a músico-educadora Aline Romeiro, da Baby Arts, escola com um programa de educação musical para crianças de 0 a 6 anos.
BENEFÍCIOS
Os exercícios musicais fornecem estímulos capazes de aprimorar diferentes áreas, entre elas os sistemas motor e auditivo, a noção de ritmo, a memória e a sociabilização dos pequenos. “A aula contribui para um desenvolvimento integral. Ao participar de uma cantiga de roda, por exemplo, a criança está desenvolvendo vários aspectos ao mesmo tempo: motricidade, concentração, autoconfiança, respeito ao próximo, além de senso rítmico e tonal. Tudo isso através da música!”, conta Aline. Além de funcionar como um meio para tais desenvolvimentos citados, as experiências têm papel determinante na forma como a criança será capaz de entender, apreciar e exercitar a música no futuro, quando chegar à idade adulta.

MÚSICA NA PRIMEIRA INFÂNCIA
De acordo com o músico, professor e crítico norte-americano Edwin E. Gordon – um dos mais renomados pesquisadores dedicado ao estudo da Psicologia e da Pedagogia da Música – a primeira infância é o melhor momento para envolver-se com a música, ele defende que as experiências dessa fase têm impacto profundo e essencial na vida da pessoa. Por isso, as crianças devem ser expostas a uma grande variedade de estímulos musicais. Segundo Gordon, bebês aprendem música da mesma foram que aprendem a linguagem. Após ouvir sons durante meses, começam a balbuciar. Depois, compreendem o código da linguagem, passam a imitar palavras e, logo, criam frases de forma independente. O mesmo acontece com a música.

MÉTODOS
Toda a orientação musical deve ter natureza informal até o 5o ano, de acordo com a teoria de Edwin E. Gordon. Pais e professores não devem impor, esperar ou cobrar habilidades das crianças, em termos musicais. Nessa fase, o pequeno deve ser exposto a sua cultura e encorajado a absorvê-la. “Nas aulas, cantamos cantigas (com ou sem letra), tocamos e fazemos conjuntos de instrumentos musicais, escutamos e dançamos com gravações, criamos histórias cantadas. São diversas atividades lúdicas, baseada em repertórios temáticos, que mudam periodicamente ao longo do ano, como Música Clássica, Jazz, Musical Oriental, MPB, Rock, entre outros”, declara a professora.

Ela destaca, ainda, a profunda defasagem do cenário brasileiro em termos de trabalho com a música na primeira infância, se comparado com os países europeus. “No Brasil, ainda estamos começando a entender e valorizar a primeira infância como um momento de intensa aprendizagem. Tivemos experiências trabalhando com bebês na Itália e em Portugal e ficamos impressionados ao ver como esse trabalho de música na primeira infância é tão sério lá, com excelentes profissionais trabalhando com bebês. Infelizmente, o que acontece aqui é o contrário: das poucas atividades do tipo oferecidas, a maioria não passa de entretenimento feito por pessoas com pouca ou nenhuma qualificação, ocupando (e desperdiçando) o tempo dos bebês para que os pais possam fazer outra coisa. Na nossa escola, queremos justamente que os pais participem de cada etapa do desenvolvimento da criança e percebam como eles são importantes neste processo.”, conclui.

Ilustrações Decorativas | Borogodó


geral_borogodo

Como autora do blog, uma das coisas mais legais é descobrir novidades. Uma dos achados do momento é o trabalho da Borogodó. Descobri durante os preparativos da feira BabyBum, onde fizemos um painel gigante com uma ilustração para colorir, lembram? As ilustrações criadas pela Borogodó têm forte influência infantil, são bem coloridas e alegres. Ficam perfeitas para um quarto infantil pop e moderninho. Ou para presentear aquela amiga grávida que já tem o enxoval inteiro.

Fico feliz quando dá para comprar online, assim o Brasil inteiro pode adquirir! Na loja virtual da Borogodó atualmente está à venda a linha “Bença – Seu lar com mais fé e alegria”. O pôster do Divino Espírito Santo está muito fofo para o quarto do bebê!

Mas se você não se identificou com nenhum dos Santos – tem outro Santo de coração ou quer uma ilustração da sua família ou do bebê, é só enviar um e-mail para a Claudia, ela vai adorar criar algo personalizado.

Abaixo algumas das ilustrações à venda na loja virtual. Lá vocês encontram os preços e todas as informações.

Festa Infantil | Niver da Jojo


150425_FP_0084

Eu amo tanto essa festinha de 1 ano da Jojo que poderia até deixar sem texto – só as imagens bastam. Amo porque tem cara de festa feliz, com detalhes planejados pela mãe, a fotógrafa Fernanda Petelinkar, por 6 meses e muitas coisas feitas por ela mesmo e a família. Tudo teve como ponto de partida os donuts, e eu vou deixar a Fernanda contar todos os detalhes, é emocionante e me fez ter vontade de começar a planejar a festa do meu bebê agora mesmo:

“Quando estava grávida, cheguei a cogitar não fazer festa de 1 ano pra ela. Achava desnecessário e ela nem se lembraria depois. Mas ao longo desse primeiro ano a gente descobre que essa comemoração é mais pra gente do que pra eles. É também o nosso primeiro ano de uma vida completamente nova, é a comemoração do nosso sucesso como mães, cada uma do seu jeito, com seus desafios vencidos, com seus medos superados. É uma forma de dizer: conseguimos! Passamos por esse primeiro, de muitos anos de descobertas diárias, desse mundo secreto e misterioso que é ser mãe. E pra mim foi também uma forma de celebrar esse ‘serzinho’ especial que é a Jojo.

Aí vem o desafio de formatar uma festinha, que tenha a nossa cara, que esteja de acordo com o nosso (pequeno) budget, mas que seja especial e inesquecível. Nessa hora, cada mãe tem um sonho, uma forma de fazer acontecer, talentos ou não. Eu sempre amei todo esse mundo craft, DIY, artes manuais etc. Já fiz crochet, tricot, dobraduras, artesanato, restaurei móveis… Um pouco de tudo, e sempre com a inspiração na minha mammy querida que tem um super dom pra essas coisas também. Deixei isso de lado por um bom tempo pois a vida toma seu rumo, a gente faz faculdade, trabalha e acabei um bom tempo longe desse mundo. Mas nada como ter uma festinha da filha pra programar pra resgatar tudo isso lá do fundo do baú!  Toda a festa foi idealizada por mim e feita com a ajuda de muitas pessoas: minha mãe, irmã, marido, tia, padrinhos da Jojo, a Tati (babá). Cada um ajudou como pôde e fica aqui minha eterna gratidão a elas.

Acho que o ponto de partida foram os donuts. Eu e o Ro somos apaixonados por essas rosquinhas doces americanas e acho que foi a primeira coisa que me fez pensar na festa da Jojo. Acordei um dia e pensei: na festa da Jojo eu quero donuts. E tudo meio que partiu daí. A festa não teve tema, não curto muito festas temáticas, queria algo colorido, fofo, feminino.Minha mãe fez a linda cortina de corações que usei atrás da mesa, eu e a Tati fizemos os pompons que foram usados na mesa do bolo e também nos vasinhos, como buquês, já que a ideia era não usar flores. Eu amo flores, mas como eu que faria tudo, achei que complicaria muito minha vida se inventasse de fazer arranjos e nem tenho talento pra isso. E também porque queria que as lembrancinhas dos adultos, vasinhos com suculentas, fizessem as vezes de decoração nas mesas. Comprei os vasinhos e suculentas no ceasa, minha irmã pintou os olhinhos e montamos eles na noite anterior da festa. Eu e o Ro fizemos as caixinhas de coração de origami, que continham pequenos coraçõeszinhos dentro e coloquei nas mesas, foi uma forma de distribuir amor para todos que estavam ali. Comprei os talheres de madeira no AliExpress e personalizei com durex e carimbos que já eram meus. As bexigas transparentes e confetes gigantes também comprei no AliExpress e a ideia era colocar os confetes dentro e pendurá-las pela festa, mas acabei deixando elas soltas embaixo da mesa do bolo e foi ótimo pq as crianças se divertiram com elas. Eu e minha mãe fizemos o brigadeiro de colher e o merengue no potinho. A Soul Sweet comprou comigo a ideia dos donuts e ainda por cima fez os docinhos mais lindos e deliciosos do mundo.

A festa foi no salão do prédio do meu avô, e eu adoro porque o prédio é super antigo e o salão é uma mistura de vidro e concreto, bem minha cara. Claro que precisava ter bastante luz por causa das fotos! Tive que pensar numa solução prática e gostosa pra servir para os convidados. A festa foi ao meio dia, por isso servi almoço. Comprei uma massa recheada com queijo e molho de tomate, super simples, fácil de servir na hora e deliciosa. Para as crianças contratei 3 barraquinhas de pão de queijo, pipoca e batata frita. 

Como a festa era no salão, minha preocupação era com a ocupação das crianças durante a festa, ainda mais com faixa etária que ia de 1 a 8 anos. Optei por não alugar nenhum brinquedo tipo cama elástica, piscina de bolinha. Rezei pra não chover e quis pensar em soluções que fizessem as crianças brincarem em conjunto, com os pais, com brincadeiras simples. Comprei as lembrancinhas (4 tipos diferentes) e entreguei para as crianças durante a festa, assim, aquela já seria uma atividade elas, que além de fazerem os brinquedos, poderiam brincar com eles depois. Foi um sucesso!!! Outro destaque foi a mesa de lousa, que aluguei da Decoração do Baile. As crianças amaram, dos grandes aos pequeninos, fizeram a maior bagunça e as mães queriam todas saber onde eu tinha comprado as mesas!

A Jojo sempre foi muito musical, adora Palavra Cantada e vive dançando ao som de qualquer batuque. E fiquei muito feliz quando os padrinhos da Jojo me disseram que dariam de presente um showzinho do grupo Conta e Canta que é uma mistura de música e história. Jojo curtiu e as outras crianças também. E a atração final foi a Piñata, que sempre atrai as crianças que amam os docinhos e balas.

O registro disso tudo ficou por conta da Daniela Leme, que além de melhor amiga, é a melhor fotógrafa de festinhas infantis! Mas claro que eu quis fazer umas fotinhos da decoração.

Foi tudo perfeito, do jeitinho que eu sonhei. O tempo ajudou, não choveu e nem fez frio. A festa foi até às 6 da tarde e a sensação de gratidão e amor tomou conta da gente no final da festa. Foi uma festa pequena, para as pessoas mais próximas e feita com muito amor e dedicação de muitas pessoas. E quando chegamos em casa o Ro olhou pra mim e disse: já estou com saudade da festa, quero fazer outra logo! Nada melhor do que ter esse sentimento, de que valeu a pena cada segundo.

Claro que comecei a separar as referências desde que a Jojo tinha 6 meses, comprei as coisas no AliExpress e Etsy com antecedência pra ter certeza de que chegariam a tempo, mas a execução mesmo da festa foi feita nos 3 dias que antecederam a festa, foram noites de pouco sono, que não trabalhei, correria, mas que foram uma delícia e já tenho saudade!“.

As fotos do Parto


fotos-parto

Nicolas completou 2 meses. É verdade, passa tão rápido. Hoje eu e meu marido nos emocionamos revendo as fotos do parto. Que delícia ter o registro fotográfico deste dia tão mágico, é tão especial poder rever tudo o que aconteceu naquele dia. Resolvi compartilhar com vocês (me considero amiga de todas!).

Vale muito a pena ter fotos do parto, ainda mais se conseguirem a presença de uma fotógrafa conhecida e querida – e com experiência em parto, senão a pessoa pode ficar impressionada e acabar atrapalhando a equipe médica. Eu fiquei muito feliz em ter a Fernanda Petelinkar, que já é a fotógrafa da família.

As fotos mostram nossa “espera”na sala de pré-parto, a família conosco, a entrada na sala do parto, o nascimento do Nicolas e a cena de “Rei Leão”, que meu marido sempre sonhou em fazer. E sim, eu estava tranquila o tempo todo. Tudo cheio de amor.

1 2 3 122


Um pouco sobre

Fernanda Floret


Direto do Instagram

Vestida de mãe

  • Descobrindo diversas novidades para quarto de bebê criativo e moderninho! Olha esse pôster da @tenha_borogodo que demais, um Divino Espírito Santo para proteger o bebê. Tem outras opções na loja virtual deles e lá no nosso blog, no post de hoje!
  • Já fiz minha inscrição! O link está no perfil da @mommyinbloom! Essas palestras são ótimas!
  • Hoje é dia de tirar 1horinha para mim e fazer drenagem linfática em casa com a @lucianapinheirosaudeebemestar! Ela trás a maca, a música, os cremes, é taaaaaoo bom! Para gestantes e pós parto, recomendo muito. ?
  • Os vasinhos de suculentas com olhinhos pintados ficaram o máximo! Serviram de decoração e depois lembrancinha para os adultos. Post completo no blog, link no perfil! Foto @fernandapetelinkarfotografia #festainfantil #festademenina #festa1ano #suculentas
  • Muito amor por este fio de luz cogumelos da @coisasdadoris! ??? Para enfeitar um quarto infantil ou festinha, bem lúdico, diferente e útil (é bom ter a opção de uma luz fraquinha para a amamentação da madrugada!).
  • A festa de 1 ano da Jojo é linda! Tem tantos detalhes inspiradores! O ponto de partida foram os donuts, doce favorito dos pais. Veja todos os detalhes cheios de ❤️ no blog, link no perfil! #festainfantil #festade1ano #festademenina #donuts Foto @fernandapetelinkarfotografia
Siga @vestidademae